All Tweets
prev
Previous:6.12 O que a Bíblia diz sobre discriminação? O que é justiça social? Posso ser autossuficiente? Deus quer que sejamos fracos?
next
Next:6.14 É possível ter paz em todos os lugares? Posso contribuir? Como devemos reagir ao genocídio, à ditadura, à anexação ou ao comércio de armas?

6.13 O que são direitos humanos fundamentais? Todos devem ter o direito de praticar alguma religião? Até onde devo me adaptar às minorias?

Justiça & Paz - #YniGOD

Embora Jesus queira que vivamos plenamente e com toda a liberdade (Lc 4,18), não existe liberdade absoluta. Além disso, outras pessoas têm direitos e, às vezes, esses direitos entram em conflito. Então, é importante saber que existem certos direitos fundamentais. Estes incluem o direito à vida, trabalho, liberdade da escravidão, liberdade de opinião ... e de religião!

Somente em verdadeira liberdade você pode escolher responder ao Amor de Deus com amor. Ninguém pode ser coagido a acreditar em algo, nem pode alguém ser forçado a amar. Posso esperar e desejar que você veja como a fé em Jesus pode mudar sua vida para melhor, mas você deve ser livre se quiser escolher o contrário. Independentemente de sua religião ou convicções, as minorias têm os mesmos direitos fundamentais que todas as pessoas. Mas quem abusa de sua liberdade precisa ser impedido.

Todo ser humano tem direito à vida, à religião, à liberdade, ao trabalho... Não existe liberdade absoluta: precisamos adaptar nossos caminhos para garantir a liberdade uns dos outros.
A Sabedoria da Igreja

Qual é a relação da Igreja Católica com o povo judeu?

A Igreja Católica reconhece um vínculo particular com o povo judeu no fato de que Deus os escolheu antes de todos para receber sua Palavra. Ao povo israelita pertence “a adoção, a glória, as alianças, a Lei, o culto, as promes­sas e os patriarcas; deles des­cende Cristo, segundo a carne” (Romanos 9: 4, 5). A fé judaica, ao contrário de outras religiões não cristãs, já é uma resposta à revelação de Deus na Antiga Aliança [CCIC 169].

Qual é o vínculo que existe entre a Igreja Católica e as religiões não cristãs?

Existe um vínculo entre todos os povos que vem principalmente da origem comum e do fim de toda a raça humana. A Igreja Católica reconhece que tudo o que é bom ou verdadeiro em outras religiões vem de Deus e é um reflexo de Sua Verdade. Como tal, pode preparar a aceitação do Evangelho e servir de estímulo à unidade da humanidade na Igreja de Cristo [CCIC 170].

Qual é o significado da afirmação “Fora da Igreja não há salvação”?

Isso significa que toda salvação vem de Cristo, a Cabeça, por meio da Igreja que é seu corpo. Portanto, não podem ser salvos aqueles que, conhecendo a Igreja fundada por Cristo e necessária para a salvação, se recusam a entrar nela ou a permanecer nela. Ao mesmo tempo, graças a Cristo e à sua Igreja, aqueles que, não por culpa própria, não conhecem o Evangelho de Cristo e da sua Igreja, mas procuram a Deus com sinceridade e, movidos pela graça, procuram fazer a sua vontade como é conhecida pelos ditames da consciência podem alcançar a salvação eterna [CCIC 171].

Isto é o que dizem os Papas

A Declaração Universal dos Direitos Humanos... foi o resultado de uma convergência de diferentes tradições religiosas e culturais, todas motivadas pelo desejo comum de colocar a pessoa humana no centro das instituições, leis e do funcionamento da sociedade, e de considerar a pessoa humana essencial para o mundo da cultura, religião e ciência... Baseiam-se na lei natural inscrita nos corações humanos e presente em diferentes culturas e civilizações... Esta grande variedade de pontos de vista não deve obscurecer o fato de que não apenas os direitos são universais, mas também a pessoa humana é, sujeita desses direitos [Papa Bento XVI, na Assembleia Geral da ONU, 18 de abril de 2018].